Como criar um site para advogados que gere negócios para o seu escritório

Sites para advogados são uma excelente forma de profissionais jurídicos se destacarem em um mercado altamente competitivo. Segundo números da OAB, o país conta 946 mil advogados em todo o território nacional.

Ou seja, estamos às vésperas de atingir um milhão de advogados, números que deixam o Brasil atrás somente dos Estados Unidos e da Índia. Levando em conta a população do Brasil de 205 milhões de habitantes, teríamos cerca de um advogado para cada grupo de 207 pessoas. Ou seja, a concorrência está acirrada.

Por issoos profissionais da área jurídica não devem se isolarem do mundo digital, ignorando os benefícios de se possuir um site para advogados a fim de estabelecer uma comunicação digital.

Considerando o momento em que estamos inseridos, de buscas, smartphones, aplicativos etc., vem à tona a necessidade de um site como porta de entrada para o seu escritório.

Desta forma, o posicionamento digital de um escritório de advocacia ou advogado deve englobar todas as fases do relacionamento – da prospecção ao pós-venda – oferecendo elementos para que o cliente perceba que o seu escritório é a opção mais segura para tratar de seus interesses.

Suponhamos que o seu site tenha um bom posicionamento no Google (SEO, ou Search Engine Optimization, do inglês), mas o conteúdo não transmite a devida segurança para o potencial cliente. Ou seja, como uma velha mercearia de secos e molhados abandonada, ele não vende! (Entretanto, é preciso estar atento às regras de publicidade definidas pela OAB na hora de elaborar o conteúdo).

Tem também a questão do compartilhamento dos processos e relatórios. Alguns dos softwares  de gestão jurídica atuais, como o Projuris, permitem que o cliente tenha acesso ao status de seus processos e relatórios a partir de uma área exclusiva e restrita integrada ao site do advogado ou escritório de advocacia. Isso gera transparência e evidencia o valor investido em honorários para o seu escritório ao mostrar que seu time tem se dedicado à causa dele. Ou seja, diminui as chances de seu cliente ir embora.

Por último, é preciso se relacionar com todos: clientes atuais, anteriores, potenciais e parceiros. Por isso a importância de newsletters informativas, com notícias e jurisprudências que podem impactar o negócio de seu protegido e gerar mais negócios para você. Elas funcionam como consultorias grátis e consultorias sempre geram novos negócios!

A seguir, vamos listar dez pontos que um escritório de advocacia deve se atentar atualmente para estabelecer um posicionamento e relacionamento a partir da web:

1. Conteúdo (seções)

Ainda hoje, uma série de sites para advogados e escritórios de advocacia optam por aplicar a linguagem jurídica em sua carta de apresentação. O seu cliente não é advogado, não é bacharel em direito e isso não faz sentido. Portanto, opte por utilizar uma comunicação clara e objetiva em seu site. Seja específico nos adjetivos que caracterizam o seu trabalho (excelência técnica, abordagens inovadoras, experiência que gera segurança etc.), mas sem empolar o texto.

Um site institucional básico deve conter, ao menos, quatro sessões:

  • Página inicial
  • Quem somos
  • Áreas de atuação
  • Contato

Para uma versão ampliada, é possível incluir:

  • Sócios
  • Equipe
  • Notícias
  • Artigos
  • Parceiros
  • Projetos
  • Optin para newsletter
  • Integração com software de gestão para compartilhamento de dados e relatórios

Tudo isso depende do posicionamento e de quanto a empresa pretende oferecer online para seus clientes.

2. Design moderno

Modelos de sites para advogados

A advocacia é uma profissão antiga e possui uma série de dogmas, mas isso não significa que seu site precisa ser esculpido em pedra. Um layout moderno e limpo irá ajudar a transmitir sua mensagem e valores com clareza, tornando mais fácil a comunicação com clientes atuais e novos potenciais.

Quer uma dica? Clique aqui e veja alguns modelos de sites inovadores para escritórios de advocacia!

3. Otimização SEO

SEO para sites de advocacia

Do inglês, “SEO” significa “Search Engine Optimization”. Traduzindo, é a otimização e configuração de seu site de acordo com as possíveis palavras-chaves que podem colocá-lo no alto do Google. Quer exemplos: “advogado trabalhista Campinas”, “escritório advocacia especialista tributário”, “advogado para divórcio”.

O trabalho de SEO é um mix de atividades que envolve engenharia, análise de dados e marketing e gera excelente resultados. Entre o escopo de um processo de SEO está o desenvolvimento de conteúdo, otimização das páginas, configurações de metadescriptions, criação de um sitemap etc. 

Sites de advogados com sitemaps performam melhor no Google

Sitemap do site da Exame.com. O seu site precisa ter um destes.

Para saber tudo sobre o assunto, leia nosso post SEO: 7 dicas para colocar seu site no topo do Google.

4. Site para advogados responsivo

Sites responsivos para advogados performam melhor no Google

Um site responsivo é aquele pronto para abrir em computadores desktops, smartphones e tablets sem perder a organização. Seus módulos se reorganizam de acordo com o tamanho da tela a fim de garantir a melhor experiência para o usuário. Quando um site não responsivo abre na tela de um smartphone, por exemplo, ele replica o layout do modelo desktop. As letras ficam ineligíveis, alguns módulos se tornam impossíveis de serem acessados, preencher um formulário se torna um desafio e por aí a fora. Considerando que boa parte do tráfego hoje acontece a partir de tablets e smartphones, obrigatoriamente seu site precisa ser responsivo para você não perder negócios.

Veja agora como nós podemos lhe ajudar a criar um site para gerar negócios!

5. Blog

Você pode pensar “Mas um blog vai me dar um muito trabalho!”. Mas também pode lhe dar muito retorno! (Veja os motivos para se ter um blog, segundo a Pequenas Empresas Grandes Negócios).

Basicamente, instale um blog em seu site e coloque sua equipe para produzir artigos para alimentá-lo. A dinâmica funciona da seguinte forma: o Google atribui maior autoridade de domínio (este é o quesito que define quem aparece antes ou depois nos resultados) para sites que publicam conteúdo. Por isso, a relevância de se criar um blog.

Para sua equipe, ressalte a importância da produção para a carreira deles. Os artigos terão duas utilidades: serão como iscas para gerar tráfego a partir do Google (cada tema pode corresponder a uma busca específica) e também gerarão conteúdo para suas newsletters, que será a base de relacionamento com seus clientes e assinantes. Leve isso em consideração quando for elaborar seu calendário de conteúdo!

6. Localização no GoogleMaps

Geolocalização integrada em sites para advogados

Aparecer nunca é demais e a localização por mapa é uma das mais eficientes do Google. Muitas vezes, as pessoas buscam por um serviço levando em consideração quesitos como proximidade, trânsito, perfil socioeconômico da região etc. Por isso, é essencial que seu escritório de advocacia esteja cadastrada no serviço de buscas e localização do Google a fim de permitir que possíveis clientes te localizem a partir de seu endereço geográfico.

7. Newsletter informativas

Newsletter para sites para advogados

Como dito anteriormente, newsletters ou boletins de notícia servirão como base para manter seus clientes informados e atualizados sobre os principais tópicos relacionados aos seus negócios e também às suas vidas familiares, pois, em muitos casos empresa, dinheiro, vida conjugal, patrimônio e sucessões estão todos no mesmo pacote. Newsletters atuam como uma consultoria gratuita e consultoria existem para gerar negócio!

Uma boa ferramenta para automatizar e gerenciar esta tarefa é o Mailchimp, que realiza o disparo grátis para até 2.000 assinantes. Para bases maiores do que estas, a dica é encontrar um concorrente nacional a fim de fugir da cobrança em dólar.

Em minha experiência, já vi newsletters de escritórios de advocacia com taxa de abertura de até 30% enquanto o benchmark do mercado era de cerca 14%. Portanto, é extremamente recomendável explorar este canal.

8. Integração para geração de relatórios e atualização de processos

O relacionamento com seu cliente é fundamental, mas é bom também permitir que ele se mantenha informado sobre o andamento de seus processos sem a necessidade de pegar o telefone a toda hora, concordam? Por isso a importância de oferecê-lo a possibilidade de acessar relatórios e o status de seus processos online.

Alguns softwares para gestão de escritórios, como o Projuris, já oferecem este recurso para seus assinantes. A integração com o site do advogado é simples. Em seguida, basta criar e enviar uma senha para a área restrita do cliente, onde ele poderá acompanhar todas as atividades relacionadas ao seu atendimento. É o fim das reclamações do pagamento de honorários sem justificativa.

9. Redes sociais

Redes sociais para sites para advogados

Há algum tempo as redes sociais deixaram de ser vitrines chamativas para se tornarem prateleiras obrigatórias para os pequenos e médios negócios. Aproveite estes canais para compartilhar notícias sobre o seu escritório, sua equipe, sobre o mercado etc. Elas evidenciam que a sua comunicação e iniciativas estão ativas em vez de acumulando poeira.

10. Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta poderosa do Google capaz de lhe informar quais palavras-chaves estão gerando mais tráfego para o seu site, de qual região são seus usuários, idade média, quais conteúdos estão acessando etc. Com estas informações em mãos, você pode traçar estratégias para se relacionar com esta audiência (como dar uma palestra em determinada cidade, por exemplo) e gerar novos negócios!

Quer se posicionar no universo digital e gerar receita para o seu negócio gastando pouco? Acesse nossa página e entre em contato conosco!