Como a inteligência emocional pode te levar ao sucesso

Se seu objetivo é se tornar um empreendedor de sucesso, vai aqui minha dica: você vai necessitar de muita inteligência emocional.

Por incrível que pareça, a inteligência emocional não é algo misterioso ou difícil de usar. A mesma tem capacidade de identificar e gerenciar nossos próprios sentimentos para fazer com que nós sejamos motivados, acalmados, alegrados, etc., com o objetivo de atingir nosso melhor desempenho e inspirar isso em outras pessoas do mesmo modo.

Segundo o PhD Daniel Goleman, autor do best-seller “Inteligência Emocional”, a IE contém 12 competências. São elas: autoconsciência emocional, autocontrole emocional, adaptabilidade, orientação para realização, otimismo, consciência organizacional, influência, coach e mentoria, gestão de conflitos e liderança inspiradora.  

Diante desse fato, há uma que é focada para o espírito empreendedor: a empatia.

Você já deve saber que empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro e identificar os seus interesses e preocupações , fazendo isso é possível saber das experiências e desejos do próximo.

Segundo o Chade-Meng Tan, ex-engenheiro do Google e também autor do livro Search Inside Yourself, a empatia é uma das habilidades mais poderosas em relacionamentos interpessoais.

Na verdade, ela também pode ser preservada através de uma simples colocação: por exemplo, basta você imaginar que toda pessoa faz algo, pois acredita que aquilo irá lhe trazer felicidade. Ninguém faz algo que lhe possa fazer infeliz. Seria conscientemente irracional. É por isso que para acessar a empatia, basta você praticar esta premissa.

Você pode até ter algum tipo de conhecimento diferenciado, energia ou até mesmo capital a sua disposição, mas é a empatia que fará com que você possa se tornar um verdadeiro líder admirado capaz de motivar os seus colaboradores. Serão eles quem irão trabalhar para levantar o seu negócio.

Além desses significados, a empatia pode te ajudar a estabelecer conexões com parceiros e a conquistar clientes. Para isso, basta você se conectar diretamente com eles em nível de emoções.

No Search Inside Yourself, Chade diz que tudo ou todos que são de bem é bom para os negócios.

“Se você, como chefe, é bom com seus funcionários, eles serão felizes, tratarão seus clientes bem, os clientes ficarão felizes e irão gastar mais. Logo, todos ganham. Além disso, se você tratar todos com gentileza, eles gostarão de você, mesmo que realmente não saibam o porquê. E, se eles gostam de você, irão querer ajudá-lo a ter sucesso. Isso é bom para sua alma e é bom para sua carreira”, termina.

O número 1 da Fortune

CEO da SalesForce, Marc Benioff fundou a empresa em 1999. Essa startup inaugurou a era do Software as a Service.

É possível afirmar que Benioff é um dos líderes mais influentes e admirados do Vale do Silício. E sobre o que ele fala em sua conta no Twitter?

Meditação, igualdade de gênero e diversidade – valores que são relacionados ao bem-estar de seus funcionários. Isso colocou a empresa SalesForce no topo da lista da Fortune como o melhor lugar para trabalhar em 2017.

E assim as revistas definiram a cultura da SalesForce.

“Desde o início a Salesforce criou uma cultura corporativa incomum, incentivando a filantropia e a prática de meditação.”

Ela também encoraja colaboradores de alto desempenho a encontrar novos desafios caso esteja há 18 meses sem liderar um projeto. E ainda há funcionários que recebem por 56 horas quando há uma ajuda para as suas comunidades

Faça como Benioff, Meng e Goleman: cultive sua inteligência emocional e não há dúvidas que o sucesso virá.